Deficientes Visuais
Principal
Pesquisadores
Publicações e Artigos
Atividades Realizadas
Agenda
Fotos
Pesquisadores
Pesquisadores

Coordenação: Cláudia Segadas Vianna (IM/UFRJ)

 

 


Professores Multiplicadores:

Caroline Lima de Souza (IM/UFRJ)
Denise Felippe da Rocha Wiecikowski (SME/RJ - Colégio Brigadeiro Newton Braga)

Fábio Garcia Bernardo (Instituto Benjamin Constant) 

Júlio César dos Santos Moreira (Instituto Nacional de Educação de Surdos)

Leo Akio Yokoyama (Colégio de Aplicação da UFRJ)

Luigi Amato Bragança Amorim (Instituto Benjamin Constant)

Paula Márcia Barbosa (Instituto Benjamin Constant)

Rodrigo Cardoso dos Santos (SEEDUC/RJ)

Silene Pereira Madalena (Instituto Nacional de Educação de Surdos)   

Wagner Rohr Garcez (Instituto Benjamin Constant)Garcez

  

 

 

Estagiários (licenciandos do IM/UFRJ):

Jean Avelino de Melo Soares 

Pedro Paixão Borges 

 

 
Ensino de Matemática para Deficientes Visuais e Surdos
O grupo foi criado em 2006, desenvolvendo estudos prioritariamente voltados para alunos com deficiência visual. A partir de 2014, de forma contínua, incluiu também estudos com alunos surdos. Tem por objetivos:
 
  • -  Pesquisar como se dá o processo de aprendizagem por esses alunos em algumas áreas da matemática.
  • -  Verificar como reconhecem e conceitualizam o espaço ao seu redor.
  • -  Identificar quais as áreas em que o professor com alunos surdos ou com deficiência visual encontra dificuldade em ensinar.
  • -   Elaborar materiais que auxiliem o aprendizado desses alunos.
  • -   Aplicar atividades que possam ser posteriormente divulgadas.
 
Trabalhamos com alunos com deficiência visual (cegos e com baixa visão) do Instituto Benjamin Constant (IBC) e surdos do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). Aplicamos também as atividades planejadas com alunos do ensino regular.
 
Já elaboramos atividades para o ensino de simetria, visualização de figuras espaciais, funções, interpretação de gráficos e construção de tabelas para alunos com deficência visual e, no momento atual, estamos planejando e aplicando atividades que envolvem análise combinatória para ambos os grupos de alunos. Paralelamente, lemos artigos e dissertações que tratam de diversos aspectos relacionados ao ensino e à aprendizagem desse público, tais como: uso de recursos didáticos; aspectos relacionados ao ensino através da Língua Brasileira de Sinais (Libras); processos cognitivos estudados pela psicologia e práticas pedagógicas dos tópicos de matemática abordados.
 
Fruto de nosso trabalho é o livro Atividades Matemáticas para Deficientes Visuais, publicado em 2010, onde divulgamos atividades aplicadas até aquele ano. Incluimos no texto os recursos necessários para realizá-las, priorizando a utilização de materiais de baixo custo. Também foram apresentados diversos trabalhos em eventos nacionais e internacionais, tais como ENEM, EEMAT, Encontros do Projeto Fundão, CIAEM, SIPEM e ICME.
 
 
O professor que recebe algum aluno com necessidade especial, em geral sente-se  inseguro no início e anseia por conhecer algum grupo ou instituição a que possa recorrer.  Acreditamos que temos o dever não somente de continuar nosso trabalho, como também divulgá-lo.
Leia mais...
 

© 2015 Projeto Fundão
Universidade Federal do Rio de Janeiro